‘Não queremos mais confrontos com Índia’, diz China

“Isto levou a um confronto físico grave entre os dois lados, com mortos e feridos”, diz porta-voz chinês.

Zhao Lijian, porta-voz do ministério das Relações Exteriores da China, afirmou, nesta quarta-feira (17), que “não deseja” mais confrontos com a Índia.

“No que diz respeito a China, não queremos ver mais confrontos com a Índia”, disse Lijian. 

declaração¹ acontece depois do grave incidente entre militares chineses e indianos na última segunda-feira (15) na fronteira do Himalaia.

O porta-voz chinês pediu ainda aos indianos que “evitem os gestos de provocação” que possam agravar a situação.

As duas nações trocaram acusações pelo incidente de segunda-feira (15), que terminou com 20 soldados indianos, enquanto Pequim se recusa a confirmar baixas entre suas forças.

O porta-voz da diplomacia chinesa insistiu que as tropas indianas atravessaram ilegalmente a fronteira e atacaram o lado chinês.

“Isto levou a um confronto físico grave entre os dois lados, com mortos e feridos”, declarou Zhao, sem entrar em detalhes sobre as vítimas.

CANAL TELEGRAM: –


TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

pt_BRPortuguês do Brasil