Brasil encerra 2020 com saldo positivo em empregos formais

País fechou dezembro com o melhor resultado para o mês nos últimos 25 anos

O Brasil encerrou o mês de dezembro de 2020 com um resultado de -67.906 vagas, segundo dados do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged). Apesar de inicialmente parecer negativo, o resultado foi o melhor desde 1995, o motivo disso é o fato do último mês do ano ser tradicionalmente de perda de postos, devido à sazonalidade.PUBLICIDADE

Para efeito de comparação, em dezembro de 2019, por exemplo, o número de postos de trabalho fechados foi de 307.311 vagas, número mais de 350% maior que o 2020. O resultado positivo mostrou que, apesar do lockdown, o país conseguiu uma retomada da geração de emprego formal, sendo o mês de novembro o melhor saldo informado pelas empresas para um único mês.

De janeiro a dezembro de 2020 foram 15.166.221 admissões e de 15.023.531 desligamentos (com ajustes até dezembro de 2020). O estoque de empregos formais no país chegou a 38.952.313 vínculos. Apenas em dezembro, o Brasil teve 1.239.280 admissões e 1.307.186 desligamentos.

Segundo o governo federal, os resultados mostraram que o Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda foi bem-sucedido em evitar demissões, mesmo em um ano afetado pela grave pandemia de Covid-19. O programa foi feito através de um pagamento de benefício mensal a trabalhadores que tiveram o contrato de trabalho suspenso ou a jornada e o salário reduzidos.

De acordo com os dados oficiais, o Benefício Emergencial de Preservação da Renda e do Emprego (BEm) permitiu 20.119.302 acordos entre 9.849.115 empregados e 1.464.517 empregadores no Brasil.

Paulo Moura – atualizado em 29/01/2021 08h16- https://pleno.news/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

pt_BRPortuguês do Brasil