Duração da vida para Moisés – Sola Scriptura, e Tota:

1 – Introdução

  • Temos de ver as bases das doutrinas, condutas e práticas cristãs só nas Escrituras, seguindo o princípio e a prática conhecidos “Sola Scriptura” (só as Escrituras como base de fé, conduta e prática!); por isso, temos de seguir o princípio e a prática correspondentes Tota Scriptura (Toda a Escritura sendo examinada no assunto que se quer conhecer!!!). Logo, para entendermos sobre a idade para Moisés, não podemos ficar só num TEXTO muito citado, destacado e como se fosse o único, mas, MAIS, temos de ir até outros TEXTOS! – Vejamos todos esses TEXTOS!!!

2 – Fundamentação –

2.1- POESIA E COMO SENTIMENTO PESSIMISTA –

  • Sl. 90.10a: “Os dias da nossa vida sobem
    a setenta anos ou, em havendo vigor, a oitenta”.
  • Sobre a duração da vida,
    aqui, é o por Deus deixado
    para Moisés a expressar,
    na poesia e como sentimento pessimista.

2.2- AFIRMAÇAO E COMO ORDENAMENTO IDEALISTA –

  • Gn 6.3b: “e os seus dias serão
    cento e vinte anos.”.
  • Sobre a duração da vida,
    aqui, é o por Deus delegado
    para Moisés a delimitar,
    na afirmação e como ordenamento idealista.

2.3- MORTE E COMO COROAMENTO REALISTA –

  • Dt 34.7a: “Tinha Moisés a idade de
    cento e vinte anos quando morreu”.
  • Sobre a duração da vida,
    aqui, é o por Deus determinado
    para Moisés a completar,
    na morte e como coroamento realista.

3 – Conclusão –

  • Uma conclusão correta do que a Bíblia diz sobre a idade, não pode parar dos 70 aos 80 anos do Sl 90.10a; o mais sensato é ficarmos com o que foi afirmado em Gn 6.3b – 120 anos! –, até por ser uma afirmação categórica ou definitiva, e não uma poesia de sentimento pessimista, e, sobretudo, por estar isso consumado em Dt 34.7a!!!; então, os 120 anos ganham do de 70 a 80 anos, não por ser uma dupla de TEXTOS, mas, MAIS, por ser – repito! – uma afirmação de algo determinado!!… e, ACIMA DE TUDO, por se tratar de algo própria e plenamente efetivado!!!

a) Celso de Medeiros Costa, pr., desde 6 / jan. / 1980.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

pt_BRPortuguês do Brasil