Covid: Taxa de transmissão no Brasil cai pela 1ª vez em 5 meses

Pandemia no país desacelera, de acordo com dados da Universidade Imperial College

O Brasil conseguiu reduzir a taxa de contágio do novo Coronavírus para 0,93, de acordo com levantamento semanal do Imperial College de Londres, no Reino Unido, atualizado nesta terça-feira (27).PUBLICIDADE

Desde dezembro, o índice estava acima de 1, situação definida como “fora de controle”. Quando fica abaixo de 1, a taxa indica tendência de desaceleração do contágio.

O índice indica para quantas pessoas cada infectado transmite o vírus. A taxa calculada nesta semana indica que cada 100 pessoas contaminadas transmitem o coronavírus para outras 93, em uma progressão decrescente.

Essa é uma das principais referências para acompanhar a evolução epidêmica do Sars-CoV-2 no país. Na última semana, o Brasil havia conseguido reduzir a taxa para 1,06, o que já era considerado um progresso, haja vista a taxa anterior de 1,12.

A maior taxa de transmissão da Covid-19 da semana estimada pela universidade britânica foi na Índia (1,69), que enfrenta colapso do sistema de saúde em meio a recordes diários de casos.

Segue o ranking:
Índia (1,69)
Argentina (1.28)
Japão (1.27)
Dinamarca (1.26)
Canadá (1.12)
Alemanha (1.04)
França (1.0)
Estados Unidos (0.99)
Reino Unido (0.97)
Brasil (0,93)
Chile (0.93)
Emirados Árabes (0.92)
Itália (0.89)
Portugal (0.68)
Suíça (0.65)
Espanha (0.60)

A análise contém dados de 71 países com transmissão ativa do coronavírus. O Imperial College também estimas quantos óbitos pela doença serão registrados na semana. A previsão para esta semana é de 16.800 mortes pela Covid-19, uma redução de cerca de 5% em relação à anterior, com 17.667 mortes.

Monique Mello – 28/04/2021 16h46 | atualizado em 28/04/2021 17h08

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

pt_BRPortuguês do Brasil