“O problema do alcoolismo”; antes, o da comida; e, após, a solução:

1 – Uma variação de problemas da comida –

Comer muito ou glutonaria está ao lado da bebebide (Gl 5.21a),
e, com isso, é obra da carne (Gl 5.21a).

  • Vejamos mais problemas da comida.
  • Não coma aquilo que tenhas dúvida ser bom (Rm 14.23a).
  • “é mau para o homem comer com escândalo” (Rm 14.21c).
  • Não entristeça teu irmão por causa de comida (Rm 14.20a).
  • Não faça teu irmão perecer por causa de comida (Rm 14.20b).
  • “Não destruas a obra de Deus por causa da comida” (Rm 14.20a).

2 – Um problema, que pode ser triplo, da bebida –

Beber cousa alcóolica é obra da carne (Gl 5.21a).

  • Vejamos um problema tríplice, de beber, independentemente da quantidade:
  • Não é bom “beber vinho […] com que teu irmão venha a tropeçar” (Rm 14.20b).
  • Ou, ofender-se ou se enfraquecer (Rm 14.20c).

3 – A solução, que é mais que pedir, e, a melhor pedida –

O Fruto dO ESPÍRITO tem alegria (Gl 5.22a).
Mas, tem, também, domínio próprio (Gl 5.21b);
e a bebida, pelo contrário esquenta (Is 5.11c).

  • E ter domínio próprio é muito difícil ou mesmo impossível ter com a bebida.
  • E, mais:
  • “o reino de Deus não é comida nem bebida” (Rm 14.17a).
  • O reino de Deus é “justiça, e paz, e alegria no Espírito Santo.” (Rm 14.17b).
  • “Assim, pois, seguimos as coisas da paz” (Rm 14.19a).
  • “e também as da edificação de uns para com os outros.” (Rm 14.19b).
  • Seja agradável a Deus (Rm 14.18a).
  • E, aprovado pelos seres humanos (Rm 14.18b).
Celso de Medeiros, pr., colaborador do Pr. J. Francisco dos S. Filho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

pt_BRPortuguês do Brasil