Homens teriam se inscrito como grávidas para receber vacina

Prefeitura investiga fura-filas Foto: EFE/Thais Llorca

Prefeitura informou que há pelo menos 17 casos suspeitos

A Prefeitura de Divinópolis, no Centro-Oeste de Minas Gerais, está investigando ao menos 200 casos suspeitos de fraudes no plano de vacinação da cidade. Isto porque há a suspeita de que homens estariam se cadastrando como mulheres grávidas ou puérperas para tentar receber as doses.

As denúncias de fura-filas foram encaminhadas ao Ministério Público nesta segunda-feira (24).

De acordo com a prefeitura, as irregularidades também estariam acontecendo através de atestados falsos, que estariam incluindo pessoas saudáveis no grupo prioritário de pessoas com comorbidades – que atualmente está sendo vacinado.

A gestão de Divinópolis afirmou que se as fraudes forem comprovadas, tanto os vacinados quanto os médicos que assinaram os laudos falsos irão responder por falsidade ideológica e uso de documento falso.

Gabriela Doria – atualizado em 25/05/2021 18h56- Pleno. news

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

pt_BRPortuguês do Brasil