Ministro Queiroga garante que vacinação não será obrigatória

Ministro da Saúde Marcelo Queiroga defendeu conscientização da população Foto: Agência Senado/Geraldo Magela

Titular da Saúde defende a conscientização da população

O ministro da Saúde Marcelo Queiroga reforçou o posicionamento do governo e afastou a possibilidade de tornar a vacina contra a Covid-19 obrigatória no Brasil. Em entrevista na manhã desta segunda-feira (21), o ministro afirmou que irá trabalhar para a “conscientização” das pessoas.

– Ninguém vai obrigar a população a se vacinar. Entretanto, as pessoas precisam entender que o indivíduo que não tem vacinas como a da febre amarela, ele tem restrições e não pode viajar, por exemplo – afirmou.

Ainda segundo ele, é preciso que os brasileiros “confiem nas autoridades sanitárias”.

– Vamos trabalhar conscientizando a população brasileira com relação à Covid-19, como já fazemos com outras doenças como o tabagismo e o sedentarismo. Queremos que a população brasileira confie nas autoridades sanitárias – finalizou.

QUEIROGA DEFENDE VOLTA ÀS AULAS SEM 2ª DOSE PARA PROFESSORES
Para o ministro da Saúde, “não é fundamental que todos os professores estejam imunizados com duas doses para o retorno às aulas”

Nesta segunda-feira (21), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, defendeu o retorno às aulas presenciais no país antes de todos os professores estarem imunizados com a segunda dose de vacina. A declaração foi dada por ele durante uma audiência pública no Senado.

– Estamos há mais de um ano sem aulas. Já distribuímos doses aos professores de atenção básica. No meu entendimento, não é fundamental que todos os professores estejam imunizados com duas doses para o retorno às aulas – explicou Queiroga.

O ministro ainda falou que, com uma “estratégia adequada”, é possível que as aulas voltem já no próximo semestre.

– Com a estratégia adequada de testagem, podemos compatibilizar o retorno das aulas com a identificação dos casos positivos e, a partir daí, ter, já no segundo semestre, o retorno de aulas – destacou.

Gabriela Doria – 21/06/2021 18h29-Pleno. news

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

pt_BRPortuguês do Brasil