Ministro da Justiça sobre caçada a Lázaro: ‘Estamos à disposição’

Anderson Torres afirmou que envio da Força Nacional foi “ideia inicial”

O ministro da Justiça e da Segurança Pública Anderson Torres comentou, nesta terça-feira (22), sobre o envio da Força Nacional para auxiliar nas buscas ao serial killer Lázaro Barbosa, de 32 anos, que está sendo caçado há duas semanas por centenas de agentes de segurança.

No evento de abertura da Área de Segurança Prioritária (ASP) na Cidade Estrutural, no Distrito Federal, Torres disse que a Força Nacional está “à disposição” dos governos do DF e de Goiás.

– Estamos à disposição do GDF e do Governo do Estado de Goiás. Eles estão à frente dos trabalhos. É difícil para a gente se envolver. A Polícia Federal já está dando apoio, a PRF também. Quem está no comando do teatro de operações é quem pode dizer o que precisa e não precisa – disse o ministro.

Torres também afirmou que o envio de 20 policiais da Força Nacional, anunciado na última semana, foi apenas uma “ideia inicial”.

– Foi uma ideia inicial que nós tivemos, mas como eu disse, continuamos disponíveis e aguardando sermos demandados para poder atuar – declarou.

O secretário de Segurança Pública do Distrito Federal, o delegado Júlio Danilo, afirmou, por sua vez, que o comando da operação de buscas contra Lázaro está com a Secretaria de Segurança Pública de Goiás.

– A SSP-DF continua prestando todo apoio necessário. Mas as investigações estão a cargo de Goiás. Estamos apurando os crimes aqui ocorridos e cooperando e atuando juntamente com eles. Falo com o secretário Rodney Miranda todos os dias. Estamos com apoio de equipes especializadas do Bope, DOE, BPCães e dois helicópteros. Esse apoio é prestado de acordo com a demanda – pontuou.

CARRO INCENDIADO
Na manhã desta terça-feira, policiais encontraram um carro carbonizado em uma área de mata na região de Girassol, distrito de Cocalzinho de Goiás, onde se concentram as buscas por Lázaro. Os agentes estão verificando a possibilidade de o criminoso ter usado o veículo para se locomover.

O carro estava abandonado em um barranco. Peritos estiveram no local nesta tarde, mas deixaram a possível cena de crime sem falar com a imprensa.

Segundo a polícia, o veículo estava sem placa e era um modelo Chevrolet Corsa Classic. De acordo com o portal Metrópoles, a polícia chegou a abordar um carro semelhante na madrugada desta terça, mas o condutor fugiu. Ainda não é possível afirmar se é o mesmo veículo.

Gabriela Doria – 22/06/2021 17h01- Pleno. news

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

pt_BRPortuguês do Brasil