Avenida Brasil em Obra no Bairro Iguaçu em Ipatinga com desvio de trânsito na região

Substituição de tubulação amplia a capacidade de escoamento de águas pluviais em trecho central da via, ponto de históricos alagamentos

Com desvio de trânsito na região, conforme já havia sido antecipado pela Secretaria de Serviços Urbanos e Meio Ambiente (Sesuma) do município, máquinas e homens iniciaram, na manhã desta terça-feira, (5) a abertura de valas na avenida Brasil, entre a rua Berilo e a avenida Altina Gonçalves. Os procedimentos objetivam solucionar um problema histórico de alagamento no local. Está sendo reconstruída no trecho a rede de drenagem da avenida.

O prefeito Nardyello Rocha acompanhou de perto o início da obra e destacou que o serviço era aguardado há décadas por moradores e comerciantes. “Eu digo que esta é mais uma obra na cidade dos milagres. Comerciantes relatam que, por falta de vazão, há 30 anos a água entra nos estabelecimentos, sempre que ocorrem chuvas mais fortes. O trabalho vai se estender por quase 250 metros, e em alguns pontos os canais chegam a quatro metros de profundidade. O importante é que vamos retirar uma tubulação de 800 milímetros e colocar outra de 1.200 mm. Em função desse problema antigo, além da avenida os alagamentos acontecem nas ruas Esmeralda, Berilo e Caetés”, detalhou.

Dadas as dificuldades para alcançar a tubulação original, a previsão é de que a substituição da rede seja concluída em 45 dias, precedendo a melhoria da pavimentação. “A avenida Brasil é um dos principais corredores de tráfego da cidade, uma espécie de cartão de visitas, e aqui o asfalto tinha mais de 40 anos. Estamos fazendo o recapeamento total da via, e esse trecho também será contemplado após as obras de drenagem. Podemos antever que vai ser o fim dos problemas de alagamento e de buracos na avenida”, projeta o Executivo.

Gerente de um posto de combustíveis na avenida Brasil há mais de 40 anos, Florisvaldo Pereira comentou que durante as chuvas a água invadia o estabelecimento. “Foram muitas as vezes em que a avenida ficou interditada até a água baixar. Em algumas ocasiões, as bombas chegaram a ficar inundadas. Cremos que, a partir desta obra, vamos poder trabalhar com mais tranquilidade”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

pt_BRPortuguese