AGU consegue bloquear bens de desmatadores em Mato Grosso

Ao todo, o valor cobrado de grandes infratores ambientais da região já chega a R$ 1,3 bilhão.

A Advocacia-Geral da União (AGU) informou, nesta segunda-feira (6), que conseguiu uma liminar na Justiça Federal de Mato Grosso que determinou o bloqueio de R$ 143 milhões em bens de seis acusados de desmatamento ilegal. 

De acordo com a AGU, até o momento, o trabalho dos procuradores federais que atuam na força-tarefa em defesa da Amazônia já resultou no bloqueio de R$ 570 milhões em bens de investigados.

A ação contra os seis acusados ocorreu no município de Gaúcha do Norte, destaca a revista IstoÉ.

Eles foram autuados pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) pelo desmatamento de 5,5 mil hectares de floresta nativa e por promover queimadas irregulares em uma área de 1,5 mil hectare.

CANAL TELEGRAM:TARCISO MORAISFundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

pt_BRPortuguese