Ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, é demitido por Bolsonaro

Álvaro Antônio será a 13ª mudança no primeiro escalão de Bolsonaro desde a posse em janeiro de 2019

ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, foi demitido pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no início da tarde desta quarta-feira (09/10). Ele foi informado da decisão durante uma reunião no Palácio do Planalto.

Com a demissão, Álvaro Antônio deve reassumir seu mandato de deputado federal por Minas Gerais. Ele é filiado ao PSL e é investigado pelo Ministério Público sob suspeita de desviar recursos de campanha por meio de candidaturas de mulheres nas eleições de 2018. 

LEIA MAIS

Na tarde de ontem, a revista Veja informou que Marcelo usou um grupo de WhatsApp com todos os ministros do governo para atacar o chefe da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, responsável pela articulação política do Palácio do Planalto.

De acordo com a fonte da matéria, Álvaro Antônio acusou Ramos de conspirar junto ao presidente para tirá-lo do cargo. 
Continua depois da publicidade

Depois da troca de mensagens, Bolsonaro teria se irritado ao ver a exposição de mais uma briga entre integrantes do governo.

A informação sobre a demissão foi dada pelo normal O Globo e pela rede de TV CNN. Álvaro Antônio será a 13ª mudança no primeiro escalão de Bolsonaro desde a posse em janeiro de 2019.  *Estagiária sob supervisão da editora-assistente Vera Schmitz

AMAna Mendonça*09/12/2020 15:00 – atualizado 09/12/2020 15:30 COMPARTILHE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

pt_BRPortuguese