Abílio Santana detona discurso de Lula: “Aparição circense”

Deputado ainda chamou o petista de “egocêntrico” e “ridículo”

O deputado federal Abílio Santana (PL-BA) confrontou as declarações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que fez um pronunciamento nesta quarta-feira (10), em São Paulo. Dentre as queixas de Lula, o petista afirmou que foi alvo da “maior mentira jurídica em 500 anos”.

Santana refutou a declaração e chamou Lula de “egocêntrico” e “ridículo”.

– Eu prefiro acreditar que Lula estava alcoolizado para ter dito tanta asneira, o que para mim não seria uma surpresa. De que história ele estava se referindo quando disse que sofreu a maior mentira jurídica em 500 anos? O ex-presidente se colocou como o centro das atenções, foi egocêntrico e ridículo. Achei interessante ele dizer que quer um país mais justo, mas ficou 16 anos no poder e não fez nada, além de roubar o povo brasileiro – disse o parlamentar.

Santana, que também é pastor, disse até que Lula poderia escapar da justiça dos homens, mas que “nunca será inocente”.

– Por acreditar na justiça, sobretudo de Deus, sei que muitas águas vão rolar debaixo dessa ponte. Lula pode até ser inocentado pela incompetência dos homens, mas ele nunca vai ser inocente. Enquanto ele faz aparições circenses, o presidente Bolsonaro trabalha, em meio a uma pandemia que tem afetados os brasileiros e a economia do país – destacou o parlamentar.

BOLSONARO QUESTIONA: “IMAGINA A PANDEMIA COM LULA PRESIDENTE?”
O presidente Jair Bolsonaro rebateu, nesta quarta-feira (10), as críticas feitas pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Para Bolsonaro, o pronunciamento do petista deixou claro que ele “iniciou campanha” para as eleições de 2022 – para o qual está elegível após decisão do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal.

Chamado de “fanfarrão” por Lula e criticado pela forma como conduz o governo, Bolsonaro afirmou o ex-presidente “não tem nada de bom para mostrar”.

– Não justifica essa crítica do ex-presidente Lula, que agora inicia essa campanha e como não tem nada para mostrar de bom – e essa é uma regra do PT – a campanha deles é baseada em criticar, mentir e desinformar. Nada mais além disso – disse Bolsonaro no Palácio da Alvorada.

Bolsonaro também afastou as críticas de Lula, que disse que ele não tinha ministros da Economia e nem da Saúde.

– Eu queria que ele apontasse um ponto de corrupção por parte do Ministério da Economia – afirmou Bolsonaro, destacando que o governo de Lula foi um “governo voltado para a corrupção”.

– Coisa que era muito comum no governo dele, tanto é que ele trocou vários ministros. Um dos seus ministros, o [Antonio] Palocci [então ministro da Casa Civil], inclusive, em delação premiada, falou que levava dinheiro em caixas de sapato pra ele, em volumes que variavam em média, R$ 50 mil, esse era o governo dele, baseado na corrupção – declarou.

Bolsonaro ainda afirmou que se o PT estivesse no comando do país durante esta pandemia, “seria roubado no mínimo 90% do que foi entregue” a estados e municípios.

– Imagina a pandemia com o Lula presidente da República? Se roubaram, e muito, alguns governadores e alguns prefeitos com esses recursos, imagina se o PT estivesse no governo? Seria roubado no mínimo 90% do que foi entregue para esse entes federais – declarou.

Gabriela Doria – 10/03/2021 21h22 | atualizado em 10/03/2021 21h23

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

pt_BRPortuguese