Detentas de presídio feminino engravidam de prisioneira trans

Nova Jersey permite que pessoas cumpram penas em celas de acordo com sua identidade de gênero

Um relatório de um presídio estadual em Nova Jérsei, nos Estados Unidos, informou, nesta quinta-feira (14), que duas detentas engravidaram após manterem “relações sexuais consensuais” com uma colega de cela transexual. As informações são do jornal New York Post.

As prisioneiras cumprem pena na única penitenciária feminina do estado, a Edna Mahan Correctional Facility. Embora o presídio tenha uma vigilância rígida quanto ao contato entre detentas e visitantes, a relação entre as encarceradas passou despercebida.

Desde 2021, o estado de Nova Jérsei permite que as pessoas cumpram suas penas em presídios de acordo com sua identidade de gênero. No caso do Edna Mahan Correctional Facility, não é necessário que transexuais passem por cirurgia de mudança de sexo.

Até o momento, 27 das 800 encarceradas na penitenciária são transexuais.

Thamirys Andrade – 18/04/2022 15h51 | atualizado em 18/04/2022 16h40-Pleno.News

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.