Analfabeto emociona ao revelar sonho de ler a Bíblia: “Não entendo quem sabe e não lê”

Com a repercussão de seu testemunho nas redes sociais, Inácio da Silva ganhou uma doação para pagar sua alfabetização.

Trabalhando desde os 6 anos para ajudar a mãe a alimentar a família, Inácio Antônio da Silva, de 41 anos, não teve a chance de aprender a ler e escrever como as outras crianças. 

Hoje, trabalhando como carvoeiro e vivendo na zona rural da cidade de Prata, interior da Paraíba, o cristão tem um sonho: conseguir ler a Palavra de Deus, que ele tanto ama mesmo sem nunca ter lido.

“Eu sonho em ler a Bíblia, mas não consigo, eu junto as letras, mas enrola. Como eu não sei ler, tenho que orar para Deus me ajudar. Eu tenho inveja de quem sabe ler e não pratica a Bíblia”, disse Inácio, no documentário “O Poder de Deus”.

E observou: “E eu que não sei ler, tenho vontade de ler a Bíblia e não tenho oportunidade. Muitos têm a Bíblia na mão e não lê”.

Na produção do documentarista cristão Miguel Salvador, Inácio contou seu testemunho de seu encontro transformador com Jesus. 

Durante sua infância, Inácio passou por muitas dificuldades. Ele vendia picolé para ajudar a colocar alimento na mesa de sua família. Seu pai trabalhava como pedreiro, mas acabava gastando todo salário em álcool.


Inácio da Silva trabalha como carvoeiro no interior da Paraíba. (Foto: YouTube/Miguel Salvador).

O cristão conta que, ao crescer, se tornou uma pessoa muito ruim e ficou viciado em fumar  cachimbo. Segundo Inácio, ele foi salvo por Deus de uma tocaia, que armaram para lhe matar.

“Eu era uma serpente ruim, não sei como estou vivo aqui, só a graça de Deus, sou grato ao Senhor”, declarou ele.

O carvoeiro sempre sentiu um vazio dentro de si até ser tocado pelo Espírito Santo, enquanto trabalhava no campo. Sentindo sua miséria e o peso de seus pecados, Inácio se ajoelhou na terra, com o cachimbo na mão, e clamou a Deus.

Sede de Cristo

“Pai, me ajuda, eu não aguento mais. Se tu, Pai, arrumar uma igreja para mim, eu quero ser teu servo, eu quero trazer almas para ti. Meu sonho é ser batizado”, orou ele.

Depois, Inácio passou 15 dias em oração em sua casa, pedindo sua salvação e libertação. “Desde criança, meu sonho era ser evangélico. Já estava no meu sangue”, contou.

Tempo depois, como resposta de Deus a sua oração, Inácio foi convidado por conhecidos para participar de um estudo bíblico em uma igreja local. 

O homem conta que na primeira ida à igreja, ele já foi cheio do amor de Deus. “Desde o primeiro estudo eu já estava preenchido, eu me sentia vazio, mas fui cheio. No segundo, eu já queria ser batizado”, testemunhou.

Inácio aprendeu sobre Jesus em sua nova igreja, se batizou e teve a vida transformada pelo Senhor. “Eu estava com uma sede grande de Cristo. A oportunidade que veio eu peguei”, disse.

O cristão reconhece que foi alcançado pela graça de um Deus misericordioso. “Eu não merecia. Um carvoeiro, analfabeto, racista, o coração cheio para fazer o mal. Eu sou grato”, afirmou.

Fome da Palavra de Deus


Inácio mora em uma simples casa de bairro no interior da Paraíba. (Foto: Instagram/O Poder de Deus).

Após cinco meses de conversão, Inácio começou a criar sermões, inspirado pelo Espírito  Santo e usando sua memória para recorrer às passagens bíblicas que escutou nos cultos.

Com a ajuda de sua sobrinha para escrever os sermões, o homem registrou cerca de 300 pregações em um caderno.  

Apesar de não saber ler, Inácio decorou os nomes e a ordem dos livros bíblicos e consegue achá-los nas Escrituras.

“A Bíblia é a verdade, explica o caminho certo e o caminho errado, você escolhe. Nós temos um tesouro nas mãos. É a chave da nossa salvação”, ressaltou ele.

O cristão ainda relata que uma das coisas que mais gosta de fazer é compartilhar o Evangelho com todos que ele encontra por onde ele passa.

“Eu amo falar de Cristo. Os que dão brecha, eu falo e os que não dão brecha, eu falo também, eu insisto. De que adianta eu estar na igreja e não compartilhar?”, refletiu.

Em frente a sua casa simples, feita de barro no interior da Paraíba, ele declarou: “Eu sou o mais rico porque aceitei Jesus e Ele me aceitou. Ele aceita todos, só basta abrir o coração”. 

Ajuda para o irmão Inácio

Depois de ter sua história contada no documentário “O Poder de Deus”, uma vakinha online arrecadou mais de 30 mil para ajudar o irmão Inácio a se alfabetizar e também realizar seu tratamento dentário e adquirir uma moto nova.

Fonte: Guiame, com informações do Documentário “O Poder de Deus”Atualizado: segunda-feira, 13 de junho de 2022 15:10

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.