Atriz de “Pequenos Espiões” testemunha cura de distúrbio alimentar: “Deus me ajudou”

Alexa PenaVega encontrou na Palavra de Deus o poder para vencer o transtorno.

A atriz Alexa PenaVega, famosa por interpretar Carmen Cortez na franquia “Pequenos Espiões”, testemunhou como sua fé em Jesus a libertou de um distúrbio alimentar, em entrevista recente ao podcast “Whoa That’s Good”.

Hoje, com 33 anos, atuando como artista da Broadway, Alexa estreou cedo no cinema, interpretando uma espiã mirim corajosa. 

Enquanto crescia sob os holofotes de Hollywood, a atriz desenvolveu uma distúrbio alimentar, depois de perceber que era mais elogiada quando estava com menos peso.

“Eu estava sendo elogiada sempre que parecia mais magra. E se um dia eu não fi casse tão magra, ninguém falava de como eu era bonita”, revelou ela.

“Eu realmente comecei a me concentrar no que as outras pessoas pensavam de mim em vez de me concentrar em Deus. Mas também estava em uma época muito diferente da minha vida, onde queria um relacionamento com Deus, mas definitivamente não tinha”.

Alexa foi atormentada pelo distúrbio e não compartilhou sua luta com ninguém. “Meu maior medo era que alguém descobrisse que eu tinha um distúrbio alimentar. Eu estava vivendo com um segredo do qual realmente me envergonhava”, disse.


Alexa ficou famosa ao interpretar Carmen Cortez na franquia “Pequenos Espiões”. (Foto: Divulgação).

A atriz lembrou que as mentiras do inimigo a fizeram pensar que não poderia pedir ajuda e compartilhar sua dificuldade.

Mas, foi quando ela pediu ajuda para as pessoas certas, que o transtorno passou a não consumir sua vida. “Deus me ajudou a superar o transtorno alimentar”, testemunhou Alexa.

A cristã também aconselhou que pessoas frustradas com sua aparência física devem se voltar para a Palavra de Deus, como uma fonte de paz em meio a tempestade. “A Palavra de Deus é poderosa”, ressaltou.

Lembrando do encantamento que as pessoas têm pelo poder dos super-heróis, Alexa disse que seu verdadeiro poder é ter Deus ao seu lado.

“Me sinto uma super-heroína, porque sei que tenho Deus por trás de mim em tudo que faço. Eu meio que me sinto intocável”, declarou ela.

“Então, eu literalmente não tenho nada a temer, porque Ele está no controle. É como uma alucinação selvagem quando você descobre isso. É liberdade”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.