Após sonhar que dançava com Jesus, jovem paralítica é curada em culto

A cristã Rebeca Marques foi diagnosticada com uma doença rara e não andava há mais de 3 anos.

Rebeca Marques não andava há mais de 3 anos. (Foto: Instagram/Rebeca Marques/Daniel Marques).
Rebeca Marques não andava há mais de 3 anos. (Foto: Instagram/Rebeca Marques/Daniel Marques).

O testemunho da jovem cristã Rebeca Marques está impactando a internet, depois que ela foi curada da paralisia e levantou da cadeira de rodas, durante um culto em Fortaleza, em fevereiro. O milagre foi contado pelo pai de Rebeca, Ricardo Marques, em publicação no Instagram.

Segundo Ricardo, a filha, chamada carinhosamente por “Beca”, cresceu como uma menina muito ativa e alegre, praticando vários esportes, como futsal, vôlei, natação e karatê. Mas, no início da adolescência, ela foi diagnosticada com uma doença rara, provocando dores incapacitantes, lesões na coluna, joelhos e ombros, e redução de movimento nas pernas.

Os médicos não puderam encontrar as causas da doença e nem a cura, porque ainda é uma síndrome em investigação na medicina. “Com o tempo, Beca foi perdendo o movimento e a sensibilidade das pernas”, contou o pai.

A partir de setembro de 2018, a jovem ficou restrita à cadeira de rodas. Em seu aniversário, em dezembro daquele ano, quase três meses sem andar, Rebeca contou à família que havia sonhado com Jesus

No sonho, Cristo aparecia a ela, lhe estendia a mão, a levantava da cadeira de rodas e dançava com Rebeca. “Em lágrimas, fiz-lhe um cartão de aniversário, em cuja capa dizia: ‘Dance, filha! Dance!’”, afirmou Ricardo.

Mesmo em meio a lutas do seu diagnóstico, Rebeca se manteve firme na fé, e com alegria e resiliência, se aproximou cada vez mais de Deus. A jovem se formou no ensino médio e ingressou na faculdade de psicologia.

Como uma cristã cheia de amor e compaixão, ela passou a servir em sua igreja, evangelizando, cuidando das crianças, e intercedendo. A jovem também iniciou o preparo para se tornar missionária. 


 Rebeca em viagem missionária da JOCUM. (Foto: Instagram/Rebeca Marques).

Com pouca idade, Rebeca aprendeu a confiar na soberania de Deus e a descansar em sua graça. “Beca aprendeu que Deus sempre é bom, justo e perfeito, mesmo quando permite a doença e a dor; e sempre confiou que Ele tem um propósito para tudo, sabendo que a felicidade não depende do bem-estar físico, mas da decisão de confiar em Jesus”, disse seu pai.

Com esse entendimento, mesmo pedindo ao Senhor para voltar a andar, Rebeca submeteu seu desejo à vontade de Deus, não importando qual fosse a resposta às suas orações.  

Em 2020, a jovem começou a fazer fisioterapia neurológica para reduzir as perdas causadas pela doença. “As poucas vezes que conseguiram pô-la quase em pé, foi com cordas e equipamentos, e mesmo assim ela não firmava os pés e as pernas, além de ficar tonta e tender ao desmaio”, relatou Ricardo.

“A cadeira está vazia”

Em fevereiro deste ano, durante um culto em sua igreja, Deus operou o milagre em Rebeca. Naquela noite, a cristã resolveu mostrar a uma amiga, também cadeirante, como conseguia ficar em pé por alguns segundos.

“De acordo com a fisioterapeuta, ficar de pé mesmo por poucos segundos já era algo sobrenatural, pois a estrutura dela, após 3 anos e meio sem andar, não permitia isso”, explicou o pai da jovem.

Quando Rebeca foi mostrar seu avanço para a amiga, começou a sentir uma estranha sensação em seu corpo, como se ele estivesse ganhando força. Ao tentar se levantar, sentiu suas pernas se tornarem firmes e fortes e, rapidamente, ficou em pé sem fraquejar, totalmente ereta.

Ao ir buscar a filha na igreja, Ricardo teve uma grande surpresa. “Quando cheguei para pegá-la, Beca veio correndo e gritando: ‘Pai, eu fui curada!’. Fiquei tão perplexo que pedi para ela parar, com medo de que caísse, ou dos ossos estarem frágeis e quebrarem. Então ela começou a pular”, testemunhou o pai.

No dia seguinte, a família saiu para comemorar o milagre recebido, com Rebeca caminhando normalmente e esbanjando saúde. O sonho que ela teve três anos atrás, havia se cumprido. 

“Jesus pegou-a da cadeira e está dançando com você até agora. Dance filha! Você estava pronta para qualquer resposta, se Ele quis curá-la, receba. Glorificamos ao Senhor, pois a cadeira está vazia”, escreveu Ricardo. 

E concluiu: “Como você sempre disse: o maior milagre de Deus não está em curar o físico, mas em curar a alma, perdoar pecados e nos dar de volta a eternidade”.


Rebeca e sua família. (Foto: Instagram/Ricardo Marques).

Fonte: Guiame Atualizado: sexta-feira, 11 de março de 2022 17:27

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.