Zambelli chora e cobra Pacheco por impeachment de Moraes

Parlamentar defendeu o deputado Daniel Silveira

A deputada federal Carla Zambelli (PL) se emocionou ao defender o deputado federal Daniel Silveira, que aceitou voltar a usar tornozeleira eletrônica após o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, determinar o bloqueio de seus bens. Em coletiva nesta quinta-feira (31), a parlamentar prometeu que irá “trabalhar todos os dias” para tirar o magistrado da Suprema Corte.

– Vamos trabalhar todos os dias para tirá-lo, fazer o impeachment dele. Porque decisões ilegais não se cumprem, e você está perseguindo, perseguindo politicamente uma pessoa que não merece essa perseguição. O senhor pode ter certeza, o senhor vai cair – disse Zambelli.

Ela ainda dirigiu um “recado” ao presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco, a quem cabe dar andamento ou arquivar os pedidos de impeachment contra os ministros do STF.

– Mando um recado para o Rodrigo Pacheco: se o senhor é homem, se o senhor quer honrar a cadeira onde o senhor está sentado, o senhor vai acolher esse pedido de impeachment. Porque pode ter certeza, se não fizer isso, nunca mais o senhor vai ser eleito em Minas Gerais. E eu vou trabalhar todos os dias pra que o senhor não seja eleito e vou trabalhar todos os dias – assinalou Zambelli.

Após resistir, Silveira anunciou nesta quarta-feira (30) que irá aceitar usar a tornozeleira eletrônica. A decisão acontece depois que Moraes determinou que o Banco Central bloqueasse as contas bancárias ligadas ao deputado e, assim, garantisse o pagamento da multa diária de R$ 15 mil pelo não cumprimento da medida. Ainda não foi definido em que momento Daniel Silveira colocará a tornozeleira e se terá que ir até a Polícia Federal.

Thamirys Andrade – 31/03/2022 10h28 | atualizado em 31/03/2022 11h00- Pleno.News

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.