Polícia na China impede noivos cristãos de realizar casamento

Este é o segundo casal da igreja perseguida Early Rain Covenant Church a ter a cerimônia religiosa impedida.

Um casal cristão foi impedido pela polícia de realizar seu casamento, na semana passada, em Chengdu, na China.

Os noivos Zhang Q iang e Xiao Yue, membros da igreja perseguida Early Rain Covenant Church (ERCC), haviam marcado a cerimônia para o dia 21 de maio, mas foram perseguidos dias antes.

Os policiais usaram diversos meios para impedir o casamento dos cristãos, incluindo ameaças e detenção de alguns convidados, que também pertencem a igreja Early Rain.

Um dia antes do casamento, os noivos foram convocados para comparecer na delegacia de Dayi County Jinyuan. Os oficiais deteram os cristãos por quatro horas, tentando os convencer a não realizar o casamento religioso. 

O celular do noivo, Zhang Q iang, foi confiscado pela polícia. Um dos irmãos da igreja, Shen Bing, foi até a delegacia para ver o casal, mas acabou sendo detido, assim que os noivos foram liberados.

De acordo com a China Aid, neste dia, a noiva Xiao chorou muito e Zhang foi seguido quando voltava para sua casa. 

Além disso, o hotel onde seria realizada a cerimônia, foi obrigado pelos policiais a cancelar a reserva para os cristãos. 

No dia 20 de maio, um casal da igreja Early Rain que estava a caminho de Chengdu, foi detido na delegacia até confirmarem que não participariam da cerimônia. 

Outros membros receberam avisos da polícia para não comparecerem ao casamento cristão e foram vigiados por agentes perto de suas casas. 

Um deles, Hu Xinrong, planejava viajar até Chengdu para ajudar a decorar o local da cerimônia. Porém, enquanto aguardava na estação de trem, foi detido pela polícia.

Com a perseguição ferrenha, o casal decidiu adiar o casamento. 

“Cancelamos temporariamente nosso casamento. Por favor, continue orando por nós. Agradeço a Deus por não me deixar enfrentar a situação sozinho. Zhang Qiang continuou me confortando na delegacia. Fiquei chateada, mas não tive medo ou tristeza”, escreveu Xiao na rede social WeChat Moments.

Segundo casamento da ERCC impedido

É a segunda vez que a polícia chinesa impede um casamento de membros da igreja Early Rain Covenant. 

No ano passado, os noivos Zhang Fang e Wang Xianyi tiveram o casamento cancelado por três vezes pela polícia local e precisaram se casar em casa.

De acordo com o International Christian Concern, os membros da igreja doméstica são frequentemente perseguidos pelo governo chinês, porque a ERCC é vista como uma “seita” pelas autoridades locais. 

Muitos fiéis já foram persuadidos a deixar a fé cristã no seu local de trabalho, na escola, pelo locatário de suas casas de aluguel. 

Em agosto, policiais invadiram a casa de um dos membros da igreja, durante um culto doméstico, e prenderam 28 cristãos, incluindo 10 crianças. 

Os casamentos e funerais da Early Rain Covenant Church costumam ser acompanhados pela presença de policiais locais. 

O pastor da ERCC, Wang Yi, um ex-advogado e ativista, foi condenado a 9 anos de pirsão por “subversão contra o poder do estado” e “gestão de um negócio ilegal”, em dezembro de 2019.

A esposa e o filho do pastor Wang foram isolados do restante da congregação e são monitorados de perto pelas autoridades.

Fonte: Guiame, com informações de ChinaAid Atualizado: sexta-feira, 27 de maio de 2022 10:35

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.