Pastor e filha morrem soterrados em deslizamentos no Recife

Segundo o último balanço, pelo menos 106 pessoas foram mortas pelas chuvas em Pernambuco.

O pastor Ezequias Oliveira e sua filha, Luana Beatriz Oliveira, de 19 anos, estão entre os mortos pelas fortes chuvas em Pernambuco no fim de semana.

Pai e filha estavam dentro de casa, em Jardim Monte Verde, no limite entre o Recife e Jaboatão, quando foram surpreendidos pelo deslizamento.

“Ela e o pai entraram dentro de casa para tirar uma geladeira do lugar, para que não estragasse por causa da chuva. A barreira deslizou quando estavam movendo a geladeira”, contou o filho, Elvis Drummond, ao g1.

Ele também relatou: “Faz dois anos que eu me mudei de lá, mas nasci e me criei em Monte Verde. Desde as 9h o pessoal está aqui no IML tentando liberar os corpos. Está um caos, muita burocracia, tem gente desde sexta-feira aqui”.

Segundo o balanço mais recente divulgado na noite desta segunda-feira (31), pelo menos 106 pessoas foram mortas pelas chuvas em Pernambuco. Com isso, o Governo do Estado continua as buscas por desaparecidos.

Entre as vítimas da tragédia, está Nadhyne Fanellon, uma jovem recém-casada que fazia parte da Assembleia de Deus Vitória em Cristo. A informação foi divulgada pela página Assembleianos de Valor.


Nadhyne Fanellon e seu esposo, Lucas. (Foto: Reprodução/Facebook)

“Nadhyne havia desaparecido no sábado, e somente no domingo pela manhã o seu corpo foi encontrado pela equipe de resgate, no bairro do Ibura, Recife. Mais precisamente na casa da sua sogra”, informa a publicação. “O seu esposo, Lucas, também foi atingido pelo desabamento, mas apesar de estar em estado grave, ele sobreviveu a tragédia.”

Nadhyne era membro da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Pernambuco (IEADPE) e passou a ser membro da ADVEC após se casar.

De acordo com o secretário executivo de Defesa Civil de Pernambuco, tenente-coronel Leonardo Rodrigues, a tragédia deixou cerca de 6.170 pessoas desabrigadas. Igrejas têm se mobilizado para oferecer ajuda às famílias atingidas pelas chuvas.

Fonte: Guiame, com informações do g1 Atualizado: terça-feira, 31 de maio de 2022 09:21

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.