Homessexual encontra Bíblia no lixo da prisão e é impactado: “Escolhi Deus”

Diagnosticado com HIV e sem esperança, Christopher Yuan encontrou Jesus e se arrependeu de seus pecados.

Filho de imigrantes chineses, Christopher Yuan cresceu em um lar cristão nos Estados Unidos. Por causa de sua origem asiática, ele enfrentou bullying durante sua infância na escola. 

“Meus pais realmente queriam manter nossa herança chinesa. Então, embora estivéssemos aqui na América, ainda éramos distintos. As crianças são sempre cruéis, e elas implicam com quem é diferente”, disse Yuan, em entrevista à CBN News.

Aos nove anos, Christopher foi exposto à pornografia na casa de um amigo. Depois disso, o menino começou a acreditar que era diferente.

“Essas imagens despertaram algo em mim que eu não sabia que estava lá. Mas também notei que me sentia atraída pelas imagens dos homens e das mulheres”, contou ele.

Aos 20 anos, Yuan passou a frequentar bares gays. “Eu estava fazendo isso secretamente pelas costas dos meus pais, e meus outros amigos não sabiam. Eu estava sendo mais sexualmente ativo”, disse.

Ao ingressar na universidade, o jovem decidiu viver abertamente o estilo de vida homossexual. 

“Naquele ponto, senti que poderia realmente me expressar e explorar quem eu era e explorar esses sentimentos que mantive escondidos por tanto tempo”, lembrou.

Ao saberem da sexualidade do filho, os pais ficaram devastados, mas decidiram batalhar por ele em oração.

“Todas as manhãs, antes de começar meu dia, eu ia ao meu quarto de oração. Uma das orações era: ‘Senhor, tenha misericórdia deste filho'”, contou sua mãe.

Traficando drogas


Christopher conta sobre seu passado de envolvimento com drogas. (Fotos: Arquivo pessoal)

Com o tempo, Christopher se tornou um traficante de drogas e tinha vários encontros homossexuais. 

“Eu estava viajando pelo país usando drogas e vendendo drogas, então eu estava perdendo cada vez mais aulas. Eu realmente pensei que eu poderia viver uma vida dupla e ter minha vida de drogas junto com a vida escolar”, contou ele.

Porém, logo o jovem foi expulso da faculdade, apenas quatro meses antes da formatura. 

“Agora que eles me expulsaram, eu me consumi completamente vivendo na comunidade gay, especialmente nos bares e clubes gays. Comecei a fazer o que sabia fazer bem: o tráfico de drogas”, afirmou.

“Fui tratado como um superstar e me senti invencível. Eu realmente me senti como se fosse um deus”.

Como resposta das orações de seus pais, que pediam uma intervenção divina na vida do filho, certo dia, a polícia bateu na porta da casa de Christopher. 

Intervenção divina 


Christopher e seus pais, Angela e Leon. (Foto: Reprodução YouTube)

“Eram 12 agentes federais antidrogas. Logo atrás de mim, no balcão da minha cozinha, estavam todas as minhas drogas. Então, eles foram capazes de entrar e me pegaram em flagrante”, contou ele.

Com apenas três dias na prisão, a transformação de Deus na vida do jovem iniciou, quando algo na lata do lixo chamou sua atenção. 

“Vi algo com o canto do olho. Era uma Bíblia dos Gideões. Pela primeira vez, abri aquele bom livro. Enquanto o lia, estava realmente convencido de minha rebelião, não apenas contra a lei e contra o homem, mas também contra Deus”, relatou.

Após ser encaminhado a enfermaria da prisão, o jovem recebeu uma má notícia: ele estava positivado para HIV.

Christopher voltou para a cela como quem acabou de receber uma sentença de morte. Ele se deitou e olhou para o beliche coberto de rabiscos.

“Leia Jeremias 29:11”

“Eu notei uma coisa rabiscada lá por alguém. Dizia: ‘Se você está entediado, leia Jeremias 29:11’, que diz: ‘Pois eu sei os planos que tenho para você, declara o Senhor. Planos para prosperar você e não para prejudicá-lo’”, disse.

Condenado a seis anos de cárcere, foi no momento mais sombrio e sem esperança de sua vida, que Yuan foi alcançado pela graça de Deus.

Entreguei minha vida a Cristo e sabia que não mais viveria de acordo com meus caminhos e de acordo com os caminhos do mundo, mas entregando todas as minhas esperanças e sonhos a Ele”, testemunhou.

Crescendo em seu relacionamento com Jesus, o jovem lutava contra seus sentimentos homossexuais. 

“Então, eu estava em um ponto de virada, e uma decisão tinha que ser tomada. Era abandonar Deus e Sua Palavra para viver como homossexual, permitindo que meus sentimentos ditassem quem eu era, ou abandonar a homossexualidade, libertando-me de meus sentimentos e viver como um seguidor de Jesus Cristo. Minha decisão foi clara e óbvia, e eu escolhi Deus”, contou.

Depois de cumprir sua sentença na prisão, Yuan foi libertado. O relacionamento com seus pais foi restaurado e ele se tornou um instrutor bíblico no Moody Bible College, em Chicago.

“Ser cristão não é uma coisa fácil. Eu ainda posso lutar, mas Deus me deu a graça. Deus reivindicou a vitória na cruz”, declarou. 

Fonte: Guiame, com informações de CBN News Atualizado: sexta-feira, 3 de junho de 2022 10:23

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.