Liberdade: direita e esquerda fazem atos no Parque Ipanema

O Parque Ipanema recebeu dois atos neste domingo, no “Dia do Trabalho”. Conservadores e esquerdistas se concentraram, praticamente, no mesmo espaço físico. Apesar das posições políticas antagônicas, não houve registro de agressões segundo policiais presentes. “Estávamos atentos a essa possibilidade, mas tudo transcorreu em clima de cordialidade “, disse Edmundo Fraga, coordenador do Grupo B38 Vale do Aço.
Por volta das 10h, os patriotas saíram em carreata do Campo do Itamarati, exigindo respeito à Liberdade, enquanto sindicalistas protestavam contra o governo do Presidente Jair Bolsonaro. O encontro dos manifestantes se deu ao final da carreata. “Esta defesa da liberdade de expressão não pode ser apenas retórica; tem que ser na prática. A beleza da democracia está aí!”, disse Joel Souto, da coordenação geral do Movimento Verde Amarelo Vale do Aço (Mova).
Do evento conservador, participaram a deputada Federal Alê Silva, os vereadores Lincoln Drumond (Fabriciano), Alessandro Fábio (Paraíso), Ney Professor e Tunico (Ipatinga), os pré-candidatos a deputado Federal (Crésio Campos) e Estadual (Lincoln Drumond e Pastora Érika) e os líderes dos grupos que compõem o Mova.

No outro ato estiveram presentes lideranças sindicais e os ex-candidatos a prefeito de Ipatinga, Daniel Cristiano (PCB) e Robson Ayres (Psol).

fonte-Joel Solto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.