Radialistas da JP zombam da fé cristã de mãe de prefeita em SP

Apresentador e comentarista de programa de rádio ironizaram a aparência e a fé da bispa Lúcia Rosim, mãe de Suéllen Rosim

A bispa Lúcia Rosim, mãe da prefeita de Bauru (SP), Suéllen Rosim, publicou um desabafo nas redes sociais após ser ridicularizada ao vivo por um radialista e um comentarista de uma emissora afiliada da Jovem Pan na cidade do interior paulista nesta quinta-feira (2). Na postagem, Lúcia disse que não iria se calar diante das ofensas feitas contra ela.

– Eu jamais poderia me calar, não só por mim, mas pelas mulheres que estão me ouvindo. Chegou a hora do basta – disse.

As declarações criticadas por Lúcia foram feitas pelo radialista Alexandre Pittoli e pelo comentarista Klaudio Cóffani durante o Jornal da Manhã Bauru. Em determinado momento do programa, que é transmitido diariamente na Jovem Pan News Bauru, o comunicador disse ter sido ignorado pela prefeita e pela mãe dela durante um evento e zombou do cabelo de Lúcia.

– O mais engraçado foi a mãe da prefeita, com aquela carapaça, não sei se aquilo é uma peruca, mas é ruim de ver – declarou Pittoli.

Os ataques, porém, não ficaram restritos à aparência de Lúcia. Logo depois de ridicularizar o cabelo dela, o apresentador também zombou, junto com Klaudio, da fé cristã da mãe da prefeita de Bauru. Lúcia Rosim é fundadora e pastora do Ministério Produtores de Esperança (MIPE).

– Ela não é pastora da igreja? – perguntou Klaudio.

– Bispa, pastora é pouco – respondeu Alexandre.

– No mínimo, ela tinha que ter caridade, compaixão, olhar pra você como: “coitado dessa pessoa que precisa ser convertida”. Mas nem piedade de você ela teve? – prosseguiu Klaudio.

– Eu dei tanta risada Klaudio, mas como são babacas. E eu critico mesmo, a cidade está abandonada, a cidade está destruída, essa menina não consegue administrar as próprias contas – completou Alexandre.

– Cristão com a vida ganha – zombou Alexandre, ao final, com um trocadilho.

Ao comentar esse trecho, Lúcia chamou as declarações de “falta de respeito” e destacou que é pastora há 30 anos. A mãe da prefeita de Bauru também ressaltou que a filha é constantemente atacada pelos radialistas desde que decidiu ingressar na política.

– Não sou babaca não, nem eu e nenhum cristão. Desde que minha filha entrou na política vocês ofendem, vocês maltratam, vocês querem rebaixar – protestou.

Ao final, a bispa disse que já está tomando as providências cabíveis e ressaltou que não aceitará mais comentários que zombem dela, da filha, ou da fé que é professada por ela e por sua família.

– Não vou aceitar mais esse tipo de comentário tão vulgar. E você, mulher, que passa por ofensas como essa. Não se cale, Deus não nos criou para ficar caladas diante de ofensas como essas que vocês acabaram de assistir aí. Então, levanta, tenho certeza que Deus é a favor. Faça como Débora, enfrenta quem tiver que enfrentar – finalizou. Siga-nos nas nossas redes!

Paulo Moura – 03/06/2022 09h19 | atualizado em 03/06/2022 09h41-Pleno.News

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.